sábado, 2 de julho de 2022 23:55

Projeto Semear chega à GRE do Alto Sertão do Pajeú

Evento contou com a participação de 42 escolas para falar sobre identidade e protagonismo



Assessoria de Comunicação - 23/05/2022 15:35h


Créditos: Divulgação

A Gerência Regional de Educação (GRE) Sertão do Alto Pajeú realizou, na última terça-feira (17), o Projeto Semear. O evento, fortemente marcado pelo protagonismo, foi sediado pela Escola de Referência em Ensino Médio (EREM) Solidônio Pereira de Carvalho, situada no município de Quixaba, e contou com a colaboração de estudantes protagonistas de quatro escolas para conduzirem oficinas e reflexões.

O projeto teve o objetivo de promover uma reflexão crítica a respeito do tema identidade e oportunizar possibilidades de atuação dos estudantes. A escola sede abriu as portas e recebeu estudantes de 42 escolas estaduais da região do Pajeú, incluindo escolas regulares. Os protagonistas vivenciaram oficinas versando sobre o tema e, organizados em grupos, refletiram sobre identidade cultural, identidade de gênero, identidade social e identidade racial. Foi um dia repleto de discussões e produções protagonizadas pelos estudantes. 

“Com o Projeto Semear, o estudante é estimulado a desenvolver competências de autogestão e consciência social, contribuindo para a reflexão sobre sua participação social e sobre a formação da sua autonomia. Isso ficou lindamente explícito nas produções e nos posicionamentos dos estudantes durante as socializações”, destacou  a professora Ana Lúcia.

Para a gerente da GRE Sertão do Alto Pajeú, Socorro Amaral, o projeto foi importante porque os estudantes tiveram a oportunidade de demonstrar suas aptidões. “Durante todo o evento, os estudantes participaram efetivamente e, por meio da cooperação e da colaboração, caminharam alguns passos em direção à autonomia. Isso é algo muito gratificante de se ver”, comentou.

 

“Foi um ato muito bonito. A gente abordou um tema que eu achei muito necessário, principalmente porque a forma que a gente trabalhou sobre diferentes culturas e identidade cultural, foi exatamente o que nosso país está passando no momento”, frisou o estudante  Luciano Anderson, da EREM Professora Rosete Bezerra.



Enviar Mensagem

Voltar



Av. Afonso Olindense, 1513 | Várzea | Recife-PE |
CEP: 50.810-000 | Fone:(81) 3183.8203
Fale com a Ouvidoria 0800.286.8668