quarta-feira, 25 de maio de 2022 22:55

Pernambuco fez bonito no JUBs Praia 2022

Competição foi realizada em Canoa Quebrada - CE



Daniel Hardman - 11/05/2022 09:29h


Créditos: CBDU

A delegação universitária pernambucana encerrou a participação nos Jogos Universitários Brasileiros (JUBs) Praia 2022 com muitas medalhas. O torneio, que é realizado pela Confederação Brasileira de Desportos Universitários (CBDU), foi disputado no município de Canoa Quebrada/Ceará. Os pernambucanos voltaram para casa com um total de 10 medalhas conquistadas, sendo sete de ouro, duas de prata e uma de bronze, todas elas por atletas da UNINASSAU.

 

“Primeiramente, gostaria de parabenizar a todos os nossos atletas que tão bem representaram o nosso Estado mais uma vez. Trouxeram 10 medalhas, sendo 7 de ouro, 2 de prata e 1 de bronze. Reforçando um dado simbólico, nós levamos a segunda maior delegação de toda a competição, com 86 representantes. O que demonstra que o nosso Pernambuco está no caminho certo, fortalecendo o investimento no desporto universitario”, festejou o secretário executivo de Esportes, Davi Oliveira.

 

As medalhas vieram de diferentes modalidades, mostrando a força do Estado. As meninas do Basquete 3x3, beach hand, beach soccer e beach wrestling (até 50kg) ficaram com o ouro e, no cross training e futevôlei, com a prata. No masculino, os ouros foram conquistados nas modalidades futevôlei e beach wrestling (nas categorias até 70kg e até 90kg), além do bronze no vôlei de praia. Pernambuco vem se firmando, a cada ano, numa potência no JUBs. Em 2021, inclusive, a UNINASSAU terminou a competição no primeiro lugar geral.

 

Esse excelente resultado foi muito comemorado pelo Coordenador de Esportes da faculdade, Hermógenes Brasil, que falou desse investimento feito pela instituição ao longo dos anos: “O Grupo Ser Educacional, que mantém a UNINASSAU aqui no nosso estado, vem investindo no desporto universitário desde 2003 e, ao longo dos anos, houve um aumento gradativo e significativo do aporte financeiro no esporte. Isso é muito importante para o desenvolvimento dos nossos atletas/alunos em nível estadual e também a nível nacional. Esses resultados que temos conquistado são fruto de um trabalho em conjunto que é muito positivo e graças a esse trabalho, hoje, temos diversos atletas fazendo parte dos programas de incentivo do Governo do Estado.”

 

Vale destacar, também, o 6º título de Lindinalva Correia, mais conhecida como Pintinho, em sua 7ª participação na maior competição universitária do Brasil. A atleta de 33 anos é cria do Geração 4, instituto fundado pelo pernambucano campeão mundial FIFA de beach soccer, Fernando DDI. A atacante atualmente integra a seleção brasileira feminina de beach soccer, que conquistou o inédito título da Copa Intercontinental 2021, em Moscou, além de representar o Sport Clube do Recife no futebol de campo e de futsal.

 

Esses resultados expressivos levaram a UNINASSAU a oferecer uma bolsa de estudos para que ela cursasse Educação Física e de quebra representasse a faculdade nas competições esportivas. “Para mim essa conquista é tão importante quanto as outras, a gente comemora como se fosse a primeira. Esse é o nosso bicampeonato de forma consecutiva e com o título do ano passado fez com que, assim como eu, muitas dessas meninas conseguissem entrar para o Bolsa Atleta. É um jeito de retribuir esse investimento da faculdade por disponibilizar bolsa estudantil para nós atletas. O nosso pagamento é esse, se empenhar cada vez mais, trazer títulos e colocar a UNINASSAU e o nosso estado no topo do Brasil. Sou muito grata pelas oportunidades e por tudo que vem acontecendo na minha vida”, disse Pintinho.



Enviar Mensagem

Voltar



Av. Afonso Olindense, 1513 | Várzea | Recife-PE |
CEP: 50.810-000 | Fone:(81) 3183.8203
Fale com a Ouvidoria 0800.286.8668