quinta-feira, 21 de outubro de 2021 09:16

Estudantes da Escola Felisberto de Carvalho participam de Colóquio Internacional de Educação e Contemporaneidade

Evento é organizado pela Universidade Federal de Sergipe e trata a socialização de grandes temas da educação no Brasil



Natália Santos - 17/09/2021 11:21h


Créditos: Divulgação

Os estudantes Raylany Wedna Alves Mendonça, Vitor Lucas Xavier de Lima e a professora Suellen Tarcyla da Silva Lima, todos da Escola Felisberto de Carvalho, de Caruaru, Agreste de Pernambuco, estão participando do Colóquio Internacional de Educação e Contemporaneidade, organizado pela Universidade Federal de Sergipe. O evento é promovido há 15 anos pelo Grupo de Pesquisa CNPq/UFS, Educação e Contemporaneidade (EDUCON) da Universidade Federal de Sergipe (UFS). 

 

Após as apresentações, que aconteceram nesta semana, está marcada uma rodada de  mesas redondas e conferências que serão realizadas de 22 a 25 de setembro. Tudo está sendo feito de maneira on-line através do canal no YouTube do colóquio. O objetivo do evento é promover o debate e a socialização do conhecimento produzido sobre grandes temas da educação no Brasil e no mundo, sem perder de vista as diferentes perspectivas teóricas e políticas que estimulam pesquisadores, docentes, estudantes e profissionais de áreas afins. 

 

O título do trabalho apresentado pelos pernambucanos foi “O Desenvolvimento de Projetos Interdisciplinares na Educação Básica como Estratégia para o Fortalecimento de Aprendizagens Significativas, Dialogicidade e Protagonismo Estudantil”.  O objetivo foi socializar as experiências dos discentes e docentes da escola no desenvolvimento de projetos de pesquisa, intervenção e inovação vinculando-se assim ao eixo temático "Educação, Inovação e Tecnologias".

 

Esta é a primeira vez que a ação é aberta para os estudantes do Ensino Médio. A equipe da escola apresentou os resultados do projeto de intervenção, apresentado em 2020, chamado “Reconectando saberes: A soma das partes é maior que o todo”.  O projeto fala sobre a necessidade de uma construção significativa das aprendizagens com uma proposta de abordagem interdisciplinar, onde eram discutidos assuntos de biologia, educação física, matemática, linguagens, dentre outros, sempre unindo as disciplinas. 

“Pela primeira vez, ao longo das edições do Colóquio Internacional, foi concedida a oportunidade para estudantes do Ensino Médio socializarem experiências. Isso demonstra uma aproximação entre a Escola e a Universidade. Precisamos aproveitar essas oportunidades para ampliar os horizontes dos nossos estudantes e fortalecer seus projetos de vida”, fala Suellen Tarcyla, professora e orientadora do projeto. 

Para os estudantes esse foi um momento importante na vida acadêmica. “É de extrema relevância levar esse projeto para fora da nossa escola. Queremos alcançar horizontes e incluir as diversidades e, não somente pensar no nosso âmbito escolar, mas também pensar na comunidade extraescolar e em todos aqueles que fazem o projeto acontecer, e, com isso, poder espalhar mais e mais o conhecimento científico”, disse Raylany Wedna. Já Vitor Lucas se sente estimulado após a participação no evento. “É muito importante ter a oportunidade de desenvolver projetos na escola, pois a ciência precisa ser ampliada e levada para todos os docentes e discentes. Participar de um evento tão significativo para os estudantes de Ensino Médio, graduação, mestrado e doutorado é muito estimulante. Quero seguir essa área da educação, que é tão benéfica para o nosso conhecimento científico”. 

Interessados podem assistir o Colóquio Internacional de Educação e Contemporaneidade através deste link: https://www.youtube.com/c/Col%C3%B3quioEducon



Enviar Mensagem

Voltar



Av. Afonso Olindense, 1513 | Várzea | Recife-PE |
CEP: 50.810-000 | Fone:(81) 3183.8203
Fale com a Ouvidoria 0800.286.8668