quinta-feira, 19 de setembro de 2019 05:06

Estudantes da Rede Estadual se destacam na prova do IFPE

Resultado saiu na última segunda-feira (7); confira o desempenho de alguns destaques dos nossos estudantes



Assessoria de Comunicação - 09/01/2019 11:15h


Créditos: Divulgação

O acesso à universidade tem se tornado cada vez mais possível para os jovens que buscam trilhar esse caminho. Na Rede Estadual os estudantes contam com ajuda de professores capacitados que se dedicam e trabalham para realizar os seus sonhos. Na última segunda-feira (7), esse esforço foi recompensado com a divulgação do resultado dos aprovados no Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Pernambuco (IFPE).

Foram mais de 25 mil candidatos inscritos que disputaram as 4.538 vagas em 16 campi da instituição, em Pernambuco, muitos deles oriundos da rede pública estadual. O estudante Jhonas Cristyan, de 18 anos, ficou em 1º lugar no curso de engenharia mecânica e vai estudar no Campus de Caruaru. O rapaz estudou na Escola Doutor Pedro Afonso de Medeiros, em Palmares, Zona da Mata de Pernambuco. Ele revelou que passou cerca de um ano se preparando para a prova e que a escola foi fundamental na sua preparação, pois oferecia aulas de reforço. “Tenho que agradecer muito aos professores que me ajudaram bastante na hora dos estudos”, diz Jhonas. “Agora, pretendo estudar muito mais para ser contratado por alguma empresa de automação ou embarcar em áreas que envolvam tecnologia, que é o que eu mais gosto”, completa.

Outro exemplo de superação é da estudante Keyla de Assis, de 15 anos, 1º lugar no curso técnico de química. A jovem estudou na Escola Vila João de Deus, em Jaboatão dos Guararapes, e, a partir deste ano tem um caminho novo a percorrer, o Campus do IFPE, no Recife. Com dificuldade nas disciplinas de exatas, a estudante procurou meios que lhe ajudassem a superar essa dificuldade e conseguir êxito na avaliação. Para isso, procurou fazer cursinhos e aulas com os próprios professores. Para o futuro, ela pensa em fazer outros cursos e trabalhar com estudos científicos. “Essa oportunidade vai mudar tudo na minha vida, pois vai ser um momento em que eu vou me preparar para o mercado de trabalho, além de realizar outras avaliações”, comenta.

De acordo com a gestora da Gerência Regional de Educação (GRE) Mata Centro, Ana Xavier, as escolas passaram a trabalhar não apenas os índices dos estudantes aprovados, mas a preparar os alunos quanto à vivência de uma rotina que os incentivassem a se inscrever e participar das avaliações que dariam acesso especialmente às universidades e aos institutos federais.

“Para a efetivação dos nossos estudantes ao acesso às universidades, percebemos desde o início que era imprescindível a mobilização durante todo o ano, e não apenas às vésperas do ENEM. Iniciamos com a análise dos resultados dos gestores escolares, onde em conjunto traçamos um plano de ação e intervenção, montamos uma equipe de mobilização e motivação para a participação dos alunos nesses exames”, explica.



Enviar Mensagem

Voltar



Av. Afonso Olindense, 1513 | Várzea | Recife-PE |
CEP: 50.810-000 | Fone:(81) 3183.8203
Fale com a Ouvidoria 0800.286.8668