domingo, 20 de janeiro de 2019 19:49

Jovens Embaixadores participam de reunião de orientações

Três estudantes e um professor embarcam na próxima terça-feira (8) para Brasília e em seguida viajam para os Estados Unidos.



Assessoria de Imprensa - 04/01/2019 17:09h


Créditos: Gil Menezes
Foi realizada na tarde desta sexta-feira (04) uma reunião com os quatro participantes pernambucanos do Programa Jovens Embaixadores 2019. O encontro, promovido pela Gerência de Programas e Projetos Especiais (Gerpe), foi realizado na Secretaria de Educação e Esportes de Pernambuco. Na próxima terça-feira (8), três estudantes da Rede Estadual de Ensino e um professor da Associação Brasil-América (ABA) viajam para Brasília, onde permanecem por três dias. Em seguida, embarcam num voo para os Estados Unidos, onde participam de um intercâmbio por três semanas.
 
Durante o intercâmbio, cinquenta estudantes brasileiros que se destacaram na rede pública de ensino conhecem algumas cidades dos Estados Unidos, participam de reuniões com autoridades do governo norte americano , visitam escolas públicas e projetos sociais. Hospedados em casas de famílias voluntárias, os Jovens Embaixadores também frequentam aula em escolas da região, participam em atividades de voluntariado, fazem apresentações sobre o Brasil e fortalecem seu perfil de liderança. 
 
É esse perfil que a jovem Maria Eugênia está buscando para sua carreira. Ela estuda na Escola de Aplicação Professora Ivonita Alves Guerra, em Garanhuns, mas já pensa em sua carreira: quer ser diplomata. “Seguir essa carreira é algo tão desejado que ao deitar eu penso no dia em que serei diplomata. Eu quero ser a porta de entrada do Brasil para as pessoas do exterior, mostrar  a elas a história do nosso País e representar as melhores formas que o Brasil pode ser. Esse intercâmbio é a porta de entrada para todas estas experiências, uma oportunidade incrível” contou a jovem sonhadora. 
 
“O Programa Jovens Embaixadores é uma oportunidade ímpar para os estudantes de escolas públicas. O processo de seleção não é fácil, mas quando são aprovados, os estudantes têm a chance de vivenciar uma experiência que pode mudar os rumos de suas vidas, já que depois do intercâmbio os jovens são orientados a trabalhar na elaboração e implantação de um projeto de cidadania nas comunidades em que estão inseridos. Além disso, muitos deles acabam participando também de outras iniciativas no exterior. O Programa abre portas!”, comentou Márcia Rodrigues, gestora de Projetos Especiais.
 
Bernardo Cabral Oliveira, professor da ABA, irá coordenar um grupo de dez estudantes no intercâmbio em solo nortea-mericano. “Meus estudantes são adolescentes e ter a oportunidade de acompanhar outros jovens nesta experiência é muito gratificante. Assim como para os estudantes, o processo seletivo para professores também é bastante concorrido, então é mais um motivo para eu ficar feliz”, contou Bernardo. 
 


Enviar Mensagem

Voltar



Av. Afonso Olindense, 1513 | Várzea | Recife-PE |
CEP: 50.810-000 | Fone:(81) 3183.8203
Fale com a Ouvidoria 0800.286.8668