quarta-feira, 25 de maio de 2022 21:44

Secretaria de Educação e Esportes realiza seminário no Sertão para apresentar Programa Investe Escola Pernambuco destinado aos povos indígenas

Evento serviu para ouvir sugestões, sanar dúvidas e dar orientações sobre como executar o programa



Assessoria de Comunicação - 12/05/2022 15:33h


Créditos: Divulgação

A Secretaria de Educação e Esportes do Estado, por meio da Secretaria Executiva de Gestão da Rede (SEGE), realizou um seminário para apresentar o Programa Investe Escola Pernambuco para os povos indígenas. A ideia de realizar esse encontro partiu do secretário, Marcelo Barros, que sentiu a necessidade de fazer algo específico para atender aos povos indígenas.

 

O evento aconteceu, na última quarta-feira (11), no município de Arcoverde, no Sertão de Pernambuco, e contou com a participação de representantes de todos os povos da educação escolar indígena, representantes das Gerências Regionais de Educação (GREs) Sertão Submédio São Francisco, Sertão Médio São Francisco, Sertão Central, Sertão do Moxotó-ipanema e Agreste Meridional, do superintendente técnico de Gestão da Rede, Glaydson Santiago, da coordenadora de Programas e Projetos da Rede Escolar da SEE, Janaina Laetitia e do superintendente de Política Educacional Indígena da SEE, Caetano Bezerra.

 

Na ocasião, os técnicos da SEGE promoveram oficinas, debates, esclareceram eventuais dúvidas e abordaram a viabilidade e celeridade da execução dos recursos, além de contribuir para solidificar o conceito de que o Investe Escola PE foi pensado para todas as escolas da Rede Estadual. Com o dinheiro repassado para as unidades de ensino, será possível implementar projetos pedagógicos; desenvolver atividades educacionais; realizar manutenção, conservação e pequenos reparos na infraestrutura física da escola; além de aquisição de material de consumo e material permanente; despesas cartoriais; entre outros.

 

De acordo com Glaydson, o seminário foi uma oportunidade para entender a necessidade de cada povo e um excelente momento para que cada um possa observar, de acordo com a normativa e a regulamentação, como o programa pode chegar à vida dos estudantes e professores da educação escolar indígena. “É importante ressaltar que momentos como esse têm tudo a ver com a essência do Programa Investe Escola PE, que é justamente atender às especificidades de cada escola. Não seria diferente esse olhar para educação escolar indígena, pois o Investe Escola PE precisa ter também a cara e o entendimento das necessidades da educação escolar indígena”, reforçou.

 

“Esse seminário contribuiu bastante para a gente saber onde aplicar os recursos do Investe Escola PE de forma eficaz. Nós temos demandas e necessidades enormes no meio do povo, que antes a gente não podia estar executando, mas agora, com esse recurso, a gente poderá refletir como devemos fazer os gastos e ter um melhor aproveitamento”, observou Sandra Tuxá, do município de Inajá.

 

“Com o Programa Investe Escola Pernambuco pretendemos, através da autonomia financeira, alcançar melhorias junto a dimensão administrativa e, sobretudo, a dimensão pedagógica das nossas escolas, considerando que as aquisições através dos recursos do programa, estão voltadas para os materiais, bens e/ou serviços, e que cada escola fará o levantamento das suas necessidades prioritárias, apresentarão detalhadamente a proposta aos representantes das escolas indígenas, podendo permitir um consumo consciente e voltado para as especificidades da educação indígena”, salientou Janaina Laetitia.

 

Programa Investe Escola PE - O Investe Escola Pernambuco é uma iniciativa que tem por objetivo criar caminhos e alternativas para a efetivação do direito à educação pública de qualidade em Pernambuco. Além disso, a iniciativa presta assistência financeira às escolas, em caráter suplementar, contribuindo para a manutenção e melhoria da infraestrutura física e pedagógica, com consequente elevação do desempenho escolar, visando fortalecer a participação social e a autogestão escolar.

 

O montante a ser disponibilizado para cada escola será calculado considerando o seu número de estudantes matriculados. Foram criadas faixas limitadoras por quantitativo de estudantes, onde iniciam em 40 mil reais às escolas que possuem até 72 estudantes e chega até 400 mil nas unidades escolares acima de 1.473 estudantes. Os valores fixados para a execução pelas UEXs são de 70% (Custeio) e 30% (Capital).

 

O Investe Escola PE pretende tornar possível uma cultura de eficiência e de eficácia em relação à distribuição dos recursos financeiros diretamente para as escolas, em caráter suplementar, tornando um trabalho que deve fluir sob a perspectiva de não apenas expressar a importância do programa para a escola, mas garantir a melhoria no processo de ensino-aprendizagem.

 


Enviar Mensagem

Voltar



Av. Afonso Olindense, 1513 | Várzea | Recife-PE |
CEP: 50.810-000 | Fone:(81) 3183.8203
Fale com a Ouvidoria 0800.286.8668