quinta-feira, 21 de outubro de 2021 09:42

Estudante da ETE Governador Eduardo Campos recebe medalhas de ouro e bronze em Olimpíada Pernambucana de Química

Maria Eduarda Sena, que pretende cursar Medicina, se emocionou com a homenagem dos colegas e professores



Kamilla Alves - 24/09/2021 19:11h


Créditos: Cadu Gonçalves/Lucas Amazonas

Estudantes da Escola Técnica Estadual (ETE) Governador Eduardo Campos, em São Lourenço da Mata, se reuniram na manhã desta sexta-feira (24) para celebrar a vitória da jovem Maria Eduarda Sena, que foi medalhista de ouro e bronze na Olimpíada Pernambucana de Química (OPEQ) 2021.1. A estudante, que pretende cursar Medicina, ficou emocionada com a homenagem da unidade de ensino.

Maria Eduarda Sena está no 1º ano do curso técnico de Administração, e participou da edição especial 2021.1 da olimpíada, realizada após a suspensão do calendário 2020 devido à pandemia. Esta é a primeira vez que a jovem participa de uma competição como esta, e ficou sem palavras para descrever a emoção ao receber a homenagem.

“Eu nem sei explicar a sensação que é receber estas medalhas. São as primeiras medalhas que recebi numa olimpíada, na primeira vez em que participo de uma, e fico muito feliz por já ter tido esse reconhecimento”, contou Duda, como é carinhosamente chamada pelos amigos na escola.

A jovem ainda deixou um recado para quem está se preparando para competir. “O que eu posso dizer é que estudem, se preparem e não percam o foco. Cada um tem capacidade de conquistar tudo aquilo que realmente deseja”, afirmou. 

Janaína Silva, professora de Química da unidade de ensino, que incentivou a participação e colaborou com a preparação dos estudantes para a olimpíada, comentou sobre os desafios que os estudantes enfrentam neste período de pandemia. “Estamos passando por um período extremamente desafiador em todos os contextos, ainda mais na educação. E todo mundo sabe o quanto que a aprendizagem foi prejudicada durante este período, por vários fatores, dentre eles a desmotivação”, pontuou.

“Por conta da pandemia, as provas foram realizadas de forma remota. Mesmo com todos os obstáculos e sem muito autoconfiança, eles tentaram e se viram na condição de poder realizar. Isso é muito significativo, mostrar que eles são capazes de sonhar e conquistar aquilo que desejam”, frisou a professora. 

Clique aqui para conferir o resultado

 


Enviar Mensagem

Voltar



Av. Afonso Olindense, 1513 | Várzea | Recife-PE |
CEP: 50.810-000 | Fone:(81) 3183.8203
Fale com a Ouvidoria 0800.286.8668