quarta-feira, 4 de agosto de 2021 00:30

Durante recesso escolar, merendeiras passam por capacitação

Ação está sendo vivenciada em todas as Gerências Regionais de Educação do Estado



Aline Rangel - 20/07/2021 16:34h


Créditos: Divulgação

O Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE) propõe ações que colaborem para disseminação de escolhas alimentares mais saudáveis a estudantes de todas as etapas da educação básica pública do País (educação infantil, ensino fundamental, ensino médio e educação de jovens e adultos). Pensando nisso, a Secretaria de Educação e Esportes (SEE), através das Gerências Regionais de Educação (GREs), vem desenvolvendo, no período de recesso escolar, a capacitação de merendeiras do Estado. O objetivo das capacitações é qualificar esses profissionais para preparar uma alimentação escolar saudável, de qualidade e diminuir os riscos de contaminações  dos alimentos. 

 

Na GRE Mata Centro a capacitação trabalhou o tema “Boas Práticas na fabricação de Alimentos em meio ao COVID 19”. A formação foi realizada de forma híbrida e participaram 82 merendeiras, sendo 34 presencialmente obedecendo todos os parâmetros de segurança, distanciamento, uso de máscaras, álcool e distanciamento social. 

 

Apresentando todas as formas de trabalhar o alimento com higiene, o encontro mostrou que um único gênero alimentício pode ser transformado em grandes receitas. Desta vez foi trabalhado a sardinha e a bolacha, que podem ser feito bolo, bolinho recheado, coxinha ao forno, lasanha, torta salgada, dentre outros.  

 

“É sempre bom participar dessas formações oferecidas pela GRE, aprender a manipular de forma correta os alimentos e fazer novos pratos de forma saudável, limpa, eficaz e principalmente com muito amor para os nossos estudantes”, declara a merendeira da Escola Monsenhor José Elias de Almeida, Maria José de Siqueira. 

 

“Nosso encontro foi um momento inovador, de extrema importância, onde foi possível ver nos olhos das merendeiras o quanto elas se sentem valorizadas e acolhidas, elas que são uma parte muito importante para a contribuição da formação dos estudantes”, pontua Elisabete Medeiros, coordenadora de administração e finanças da GRE Mata Centro e responsável pelo Núcleo de Alimentação Escolar - NAE. 

 

“É importante uma capacitação continuada, pois buscamos atualizá-las de acordo com a legislação vigente, melhorando assim a qualidade da alimentação escolar ofertando uma alimentação mais segura e minimizando contaminações. Na formação de merendeiras, reforçamos a importância de Boas Práticas na Manipulação de Alimentos (medidas preventivas de evitar contaminações desde o recebimento, preparação e distribuição de refeições para os nossos estudantes). A oferta de uma alimentação adequada e saudável não só contribui para um bom rendimento escolar, mas também na prevenção de doenças causadas por uma má alimentação como diabetes, obesidade, pressão arterial elevada, colesterol elevado”, finaliza a nutricionista e coordenadora da formação, Maria Aparecida. 

 


Enviar Mensagem

Voltar



Av. Afonso Olindense, 1513 | Várzea | Recife-PE |
CEP: 50.810-000 | Fone:(81) 3183.8203
Fale com a Ouvidoria 0800.286.8668