segunda-feira, 19 de novembro de 2018 21:28

Estudantes da Rede Estadual são campeões de lançamento de foguete artesanal

Duas escolas se destacaram na competição nacional, a Mobfog, realizada no Rio de Janeiro



Assessoria de Comunicação - 06/11/2018 16:29h


Créditos: Divulgação

Estudantes da Escola Técnica Estadual (ETE) Professor Francisco Jonas Feitosa Costa, localizada em Arcoverde, Sertão de Pernambuco, participaram, entre os dias 26 e 29 de outubro, no Rio de Janeiro, da 12º edição da Mostra Brasileira de Foguetes (MOBFOG). Na ocasião, os estudantes que construíram o foguete com garrafa pet e propulsão composta por bicarbonato de sódio e vinagre, conseguiram êxito em seu experimento e alcançaram o primeiro lugar da competição.

A Mostra Brasileira de Foguetes é uma olimpíada inteiramente experimental, pois consiste em construir e lançar, obliquamente, foguetes, a partir de uma base de lançamento, o mais distante possível. A equipe formada pelos estudantes Thallyta Juliana da Silva, Victor Severino dos Santos e Lucas Reniere Minervino estavam se preparando desde o ano passado. “É gratificante ver a evolução não só como estudantes, mas também como escritores de sua própria história”, destaca o professor orientador Adelmo de Assis.

“Foi uma experiência tremenda. Como este ano nós vamos terminar o ensino médio a gente quer no próximo ano continuar com esse projeto para poder incentivar outros estudantes a participarem dessa competição”, comenta Thallyta.

A outra medalha foi para a Escola de Referência em Ensino Médio (EREM) André Cordeiro, localizada no município de Brejo da Madre de Deus, Agreste de Pernambuco. Os estudantes Jackson Douglas e Gustavo Monteiro conseguiram um grande feito dentro da competição que aconteceu entre os dias 30 de outubro e 2 de novembro consagrando-se campeões entre 47 escolas de todo o país, incluindo particulares, Sesi, Sesc e institutos federais. O foguete foi feito com cano PVC e garrafa pet.

“Foi uma experiência maravilhosa ter a oportunidade de representar minha escola, minha cidade, meu estado nessa competição”, comenta Gustavo. “É inexplicável o sentimento de conquista e superação. Essa experiência mudou muito no meu aprendizado, na forma de trabalhar com o outro, o trabalho em equipe e perceber que coisas simples podem se tornar algo grandioso”, finaliza.   



Enviar Mensagem

Voltar



Av. Afonso Olindense, 1513 | Várzea | Recife-PE |
CEP: 50.810-000 | Fone:(81) 3183.8203
Fale com a Ouvidoria 0800.286.8668