terça-feira, 23 de outubro de 2018 21:22

EREM Jornalista Trajano Chacon promove o Festival Trajano Show

A unidade de ensino trabalhou diversas culturas através da dança



Assessoria de Imprensa - 13/06/2018 19:06h


Créditos: Gil Menezes

A Escola de Referência em Ensino Médio (EREM) Jornalista Trajano Chacon, no Cordeiro, realizou, nesta terça-feira (12), o Festival Trajano Show, que movimentou toda a unidade de ensino. O evento contou com a apresentação de dança de 14 equipes distribuídas entre os primeiros, segundos e terceiros anos do Ensino Médio. Eles apresentaram quatro tipos de dança de todos os continentes e as danças brasileiras.

O projeto é da disciplina de educação física, ministrada pela professora Vitória Martins, e existe há alguns anos. De acordo com ela, os estudantes do Ensino Médio estão imersos na atividade há um mês. “Os primeiros anos ficaram com os tipos de dança (popular, de rua, de salão e dança moderna); os segundos ficaram com as danças dos continentes; e os terceiros com as danças brasileiras. A primeira etapa do festival foi teórica, que aconteceu há uma semana, quando os alunos apresentaram as pesquisas que realizaram sobre as suas respectivas temáticas”, detalhou.

Já a segunda parte, a prática, consagrou a unidade de ensino como uma das mais animadas da Rede pela própria comunidade escolar. O auditório da EREM ficou lotado de estudantes, que se uniram para prestigiar os amigos que iam realizar as apresentações de dança. A aluna Vitória Litiane, do terceiro ano, apresentou as danças populares do Nordeste brasileiro, como o forró, o coco, o frevo, o xaxado, e contou sobre o entusiasmo da escola. “O bom é que a gente tem noção da importância dos nossos ritmos, da nossa história, mas vivenciar isso por meio da dança é completamente diferente. A gente aprende bem mais sobre a nossa cultura num festival assim”, disse.

Letícia Duarte, do segundo ano, apresentou danças do continente asiático. O seu grupo fez um mix de músicas da Índia, Coreia, Rússia, entre outros países, para mostrar a diversidade da região e foi um sucesso. O grupo foi ovacionado por diversas vezes e despertou a curiosidade de todos. “Os alunos que não quiseram se apresentar, nos ajudaram na confecção das roupas, coreografias e organização. Foi um trabalho que uniu ainda mais a turma e fez a gente aprender coisas de outros países. Todos ficam atentos as apresentações dos outros grupos. É bem legal aprender assim”, acrescentou.



Enviar Mensagem

Voltar



Av. Afonso Olindense, 1513 | Várzea | Recife-PE |
CEP: 50.810-000 | Fone:(81) 3183.8203
Fale com a Ouvidoria 0800.286.8668