sexta-feira, 21 de setembro de 2018 07:27

Núcleo de Atenção ao Servidor da GRE Metro Norte realiza ação para orientar professores no Dia Mundial da Voz

A data foi marcada por palestra com uma fonoaudióloga que deu dicas de prevenção e cuidados com a voz



Assessoria de Comunicação - 16/04/2018 16:21h


Créditos: Gil Menezes

Instituído em 1999 pela Sociedade Brasileira de Fonoaudiologia, o Dia Mundial da Voz é comemorado com diversas ações de orientação, conhecimento e encaminhamento adequado de problemas potenciais ou reais. A data foi internacionalmente celebrada a partir de 2003 com diversos eventos organizados, também, nos Estados Unidos, Europa e Ásia. Em Olinda, professores e funcionários da Escola Santo Inácio de Loyola, receberam nesta segunda-feira (16), uma fonoaudióloga para tirar dúvidas e adquirir conhecimentos de quais cuidados devem ser tomados com a voz.  

O evento teve como objetivo promover a conscientização dos participantes quanto a alguns cuidados que auxiliam a preservar a saúde vocal e a prevenir o surgimento de alterações. Na ocasião, a fonoaudióloga Roberta Menezes, ministrou uma palestra abordando a produção vocal, os sinais e sintomas de que a voz não vai bem, orientações básicas de alimentação, postura corporal, hábitos nocivos. Após as instruções, os participantes fizeram exercícios de relaxamento vocal, aquecimento e desaquecimento, assim como a degustação de maçãs, importante alimento para a conservação da voz.

De acordo com Roberta Menezes, é de suma importância a população ter cuidados com a voz, principalmente aqueles que trabalham com ela, como é o caso dos professores. “É muito importante ter alguns cuidados básicos como: hidratar as pregas vocais, dois litros de água por dia pelo menos, ter uma alimentação saudável e repouso vocal nos intervalos dessas aulas”, orienta.

Roberta ainda defende o consumo da maçã para poder ajudar na saúde da voz. “A maçã, por exemplo, tem a propriedade adstringente, que facilita na limpeza do trato vocal, como também trabalha a articulação das palavras pela movimentação dos músculos envolvidos na fala”, continua. “É importante também evitar alimentos derivados do leite, antes do uso intensivo da voz, aquele cafezinho entre uma aula e outra e refrigerantes. Porque no caso do leite, há um aumento na produção do muco, no do café causa um ressecamento d trato vocal e do refrigerante é por conta da formação dos gases”, finaliza.

A professora de ciências Simone Lira, achou muito importante participar da palestra e receber dicas de como cuidar da voz. “Foi muito interessante receber essas orientações da fonoaudióloga. Antigamente, eu não tinha o hábito de fazer aquecimento antes de começar a aula, mas a partir de agora vou começar a criar. Seria muito importante que todos os professores recebessem essas orientações, pois iria ajudá-los bastante na hora de dar as aulas”, considera.

 

Para ver mais fotos, clique aqui.

 



Enviar Mensagem

Voltar



Av. Afonso Olindense, 1513 | Várzea | Recife-PE |
CEP: 50.810-000 | Fone:(81) 3183.8203
Fale com a Ouvidoria 0800.286.8668