sábado, 19 de agosto de 2017 08:04

Estudantes da EREMJJA participam da III Feira Jovem do Empreendedor

Trabalhando a sustentabilidade, os jovens criaram produtos feitos com papelão, garrafa pet e outros materiais



Assessoria de Comunicação - 11/08/2017 18:12h


Créditos: Divulgação

A Escola de Referência em Ensino Médio Jornalista Jader de Andrade, localizada em Timbaúba, realizou pelo terceiro ano consecutivo a Feira Jovem do Empreendedor. Este ano, a ação trabalhou o tema “Empreendedorismo, sustentabilidade e Inovação”. O foco da feira é levar conhecimento ao jovem protagonista, para que ele desenvolva uma ideia de negócio sustentável, proporcionando uma educação capaz de formar indivíduos ativos e aptos a vivenciar acontecimentos do mercado de trabalho.

Para realizar a feira, os estudantes tiveram conhecimento sobre empreendimento (missão, visão e valores), processo de criação de empresa, plano de negócios, liderança, criatividade, gestão de pessoas, plano de marketing e consumidor sustentável. Para criar os produtos, os estudantes utilizaram materiais recicláveis, como papelão, garrafa pet, palitos de picolé, copos descartáveis, madeira, jornais e revistas, retalho de tecido e cascas de marisco.

Pensando em como aproveitar sobras de bolos de rolo desperdiçados por uma fábrica, os jovens criaram bolos de pote, um sucesso em vendas. “Não imaginei que nossos bolos fossem fazer tanto sucesso. Percebemos o desperdício dos bolos e resolvemos reutilizá-lo, o resultado ficou muito bom. A feira é um aprendizado para a vida toda”, fala Ana Luiza Oliveira, estudante do 2º ano. Utilizando papelão, os estudantes do 1º ano fizeram porta maquiagem, porta guardanapo e outros utensílios para o dia a dia. “É uma experiência muito boa, algo que abre portas para outros tipos de projetos que envolvem a sustentabilidade. São ações como essa que fazem os jovens pensar melhor no meio ambiente e assim a mudança vem”, pontua o estudante Bruno Gustavo Ferreira.

Toda renda da feira será revertida em cestas básicas para a Associação de Catadores ASSOCAP, local visitado pelos estudantes durante as pesquisas realizadas para elaboração dos projetos. “É muito importante saber que através de projetos como esse podemos mostrar outros caminhos para esses jovens. A feira passou, mas esse não é o fim, nosso trabalho continua com incentivo para que eles possam ter uma fonte de renda através desses produtos”, diz Cecília Ribeiro, professora de empreendedorismo e direitos humanos.



Enviar Mensagem

Voltar



Av. Afonso Olindense, 1513 | Várzea | Recife-PE |
CEP: 50.810-000 | Fone:(81) 3183.8203
Fale com a Ouvidoria 0800.286.8668