sexta-feira, 24 de novembro de 2017 11:30

Secretaria de Educação do Estado apresenta o Pernambucoders

Projeto, que irá promover clubes de programação nas escolas da rede pública estadual, foi lançado na manhã desta quinta-feira (27) na Jump Brasil



Assessoria de Comunicação - 27/10/2016 18:31h


Créditos: Ademar Filho

A Secretaria de Educação do Estado (SEE), em parceria com Porto Digital, CESAR, UFRPE e Softex, lançou, na manhã desta quinta-feira (27), durante evento na incubadora Jump Brasil, o Pernambucoders. O projeto, que visa incentivar e estimular o interesse dos estudantes por programação e computação, através da instalação de clubes de programação nas escolas, irá contemplar neste primeiro momento nove unidades de ensino da rede estadual com a participação de cerca de 540 alunos.

“É uma alegria lançar este projeto. O Pernambucoders partiu de uma discussão da importância de alinhar o trabalho da educação do Estado com a tecnologia da informação, e nosso desejo é provocar essa aproximação para que a gente possa, cada vez mais, ampliar o interesse dos nossos estudantes para a área e fortalecer o pólo aqui no Estado”, disse o secretário de Educação, Fred Amancio.

O nome Pernambucoders, inclusive, foi criado com a ajuda do presidente do Conselho do Porto Digital, Silvio Meira. “Pernambuco é o único Estado da federação que tem programação de computadores quase escrito no nome. Nenhum estado acaba por ‘co’, então foi só botar o ‘ders’”, brincou Meira e completou: “a introdução desse projeto de longo prazo e se, eventualmente, a gente ter linguagens de programação como uma disciplina em todas as escolas de Pernambuco vai começar a mudar a visão da área e servirá de inspiração para os demais Estados do Brasil”.

Ainda de acordo com Fred, o Pernambucoders nasceu alinhado com projetos de clubes de programação que existem no mundo todo, como nas escolas americanas, por exemplo. Para o presidente da Softex, José Claudio, é uma satisfação para a empresa ser parceira da iniciativa. “Nós entramos nesse projeto com muito entusiasmo porque a gente entende que a formação de mão de obra para o nosso setor é fundamental para o desenvolvimento da área, pois o capital humano é o elemento principal do desenvolvimento da indústria de TI no mundo”, ressaltou.

“É com muita satisfação que estou no lançamento do Pernambucoders porque o que a gente vê, diante de tanta dificuldade que o país e o nosso estado vem enfrentando, é que estamos conseguindo, através de muito esforço, manter vivos programas que para a nossa educação são fundamentais”, disse Paulo Câmara, governador do Estado. Sobre o programa, Câmara foi enfático: “dentro de tanta coisa que se aprende na escola, ter a oportunidade de estudar programação vai proporcionar um diferencial na formação do estudante”. Câmara ainda acrescentou que a educação de Pernambuco tem conseguido cumprir o seu papel e trilhar um caminho exitoso para as futuras gerações de estudantes do Estado.

Marcos Moraes, gestor da EREM Porto Digital, uma das escolas que estão recebendo o piloto do projeto, pontuou que o Pernambucoders é importante para os alunos da rede estadual por incentivar a participação do mundo da programação. “Quando anunciamos o projeto, por exemplo, nós tivemos uma adesão muito maior que o número de vagas disponíveis nas duas turmas, que são de 30 estudantes. Tivemos que fazer uma triagem, uma seleção e procurar alunos que tivessem afinidade com a área para fazer parte do clube”, disse.

O estudante do 1º ano A da EREM Porto Digital Gabriel Gleydson ressaltou que gostou muito do projeto. “Consegui entrar no clube de programação da escola e estou estudando muito nisso, pois pretendo seguir a carreira de engenheiro mecatrônico”, pontou o estudante, que já foi primeiro lugar em um campeonato nacional de programação realizado em Uberlândia, e participou também do mundial na Alemanha. Já a estudante do 9º ano D da Escola Estadual Guedes Alcoforado, Criscya Siqueira, nunca pensou em estudar programação, mas se interessou pelo programa, ingressou no clube da escola, e enxerga o estudo como uma forma de beneficiar qualquer carreira que venha seguir.

Também estiveram presentes no evento de lançamento do Pernambucoders Geber Ramalho, diretor presidente do CESAR, Francisco Saboya, diretor presidente do Porto Digital, Lúcia Melo, secretária estadual de Ciência, Tecnologia e Inovação, e Taciana Pontual, professora do curso de Licenciatura em Computação da UFRPE.

NOVE ESCOLAS BENEFICIADAS - Do ensino fundamental: Escola Estadual Ministro Jarbas Passarinho (Camaragibe); Escola Estadual Eneida Rabelo (Recife/Jordão Alto); e Escola Estadual Cônego Rochael de Medeiros (Recife/Santo Amaro). Do ensino médio: Escola Estadual de Paulista (Paulista); Escola Estadual Guedes Alcoforado (Olinda); e Escola Estadual Saturnino de Brito (Jaboatão dos Guararapes); Escola de Referência em Ensino Médio Porto Digital (Recife/Bairro do Recife), Escola de Referência em Ensino Médio Floriano Peixoto (Olinda); e Escola de Referência em Ensino Médio Augusto Severo (Jaboatão dos Guararapes). 



Enviar Mensagem

Voltar



Av. Afonso Olindense, 1513 | Várzea | Recife-PE |
CEP: 50.810-000 | Fone:(81) 3183.8203
Fale com a Ouvidoria 0800.286.8668