quarta-feira, 19 de janeiro de 2022 22:40

Professora da Rede Estadual de Ensino está entre finalistas do Prêmio Educador Nota 10

Redjane de Andrade, professora da EREM Dom Sebastião Leme, está entre os 50 selecionados na lista que foi divulgada na última semana



Assessoria de Comunicação - 16/07/2020 12:43h



Redjane de Andrade, professora de Inglês da Escola de Referência em Ensino Médio (EREM) Dom Sebastião Leme, localizada no bairro do Ibura, no Recife, é uma dos 50 finalistas do Prêmio Educador Nota 10, onde concorre com docentes de todo o Brasil. O prêmio, que recebeu 3761 inscrições, é promovido pela Fundação Victor Civita em parceria com a Fundação Roberto Marinho, contando com iniciativa das empresas Abril e Globo.  Os projetos finalistas foram realizados em 19 estados e abrangem da Educação Infantil ao Ensino Médio, incluindo a Educação de Jovens e Adultos (EJA).
 

Usar a disciplina de língua estrangeira para promover debates sobre temas relevantes para a juventude como conceito de dignidade e ações dignas, ou não, no ambiente escolar foi o objetivo do projeto Dignity studies here, que utilizou uma sala desocupada para construir um espaço simbólico para o diálogo. “Trabalhar o tema dignidade com estudantes de 13 a 16 anos é desafiador, pois não é algo tão comum.  Usei a criatividade e consegui o apoio dos próprios estudantes para a transformação da sala. Para que o processo desse certo, eu descobri a percepção de dignidade para os jovens e interagimos com diferentes territórios de aprendizagem, mas nada de outro mundo. Foram usados livros didáticos, áudios gravados no celular, vídeos e músicas, além das habilidades de desenho e pintura dos jovens”,  comentou a professora, que desde 2005 vem inserindo temas ligados à paz em seus projetos e já teve alguns publicados em produções acadêmicas.
 

Com a ajuda de estudantes, Redjane conseguiu aproveitar bem a sala onde as paredes mantinham pinturas e desenhos que mudavam os temas de acordo com as discussões do momento. Com base em entrevistas com funcionários, da merendeira à direção, as turmas formularam suas próprias definições de dignidade. Palavras relacionadas ao assunto compuseram a Dignibox, usada para jogos e atividades, fazendo com que o novo vocabulário circulasse pelo ambiente escolar.
 

A partir da proposta de usar a língua como ferramenta de transformação e construção de cidadania, Redjane ainda apresentou aos jovens o discurso de Malala na ONU, realizado em 2013, e um texto sobre a ativista. Também trabalhou a música Stand by me em versão do movimento Playing for Change, feito por e para crianças e adultos de vários países, muitos deles em situação de vulnerabilidade social.
 

A educadora, que está no processo para conseguir a aposentadoria, comentou: “Estou prestes a me aposentar mas pretendo ajudar a escola com projetos sociais, pois sei  que vou sentir muita saudade dos jovens. Eles transmitem alegria!”
 

Premiação - Cada um dos 50 finalistas recebe uma assinatura anual do site que dá acesso à plataforma Nova Escola Digital e um certificado de finalista. Os 10 vencedores do Prêmio Educador Nota 10 ganham um vale presente no valor de R$ 15 mil, além de todas as despesas pagas para participar de uma semana de imersão e da cerimônia de premiação, marcada para outubro, em São Paulo. O Educador do Ano, escolhido pela Academia de Jurados, recebe outro vale-presente no valor de R$ 15 mil.

 


Enviar Mensagem

Voltar



Av. Afonso Olindense, 1513 | Várzea | Recife-PE |
CEP: 50.810-000 | Fone:(81) 3183.8203
Fale com a Ouvidoria 0800.286.8668